14 February, 2011

Já recebi a minha prenda do dia de S. Valentim.
Um coração de peluche, bem piroso, que atira beijinhos e grita um audível I love you.
Das mãos do meu Guica, de 5 anos, que... conta a história, quando o viu, pediu à mãe, minha irmã, para o comprar para mim.
Resultado: izzie bem lamechas, a esforçar-se para não ter lágrima no canto do olho. Mas muito orgulhosa e, apesar de ter acordado ansiosa e nervosa [este emprego um dia mata-me...], de coração mais quentinho. O meu menino vai mesmo ser um lady killer e começa logo por mim.

Ainda Sábado conversava com a S. sobre o nervoso miudinho que este dia me causa. A comercialização do sentimento, a quasi obrigação. A consequente falsidade.
Relembrava como sempre que, inconscientemente, o celebrei, foi à minha maneira. Com brincadeiras, com sítios diferentes, com anti-dia.

É verdade, eu tenho dificuldades em ser delicodoce.
Sinto e sonho muito, mas amo tanto de tantas maneiras, tanta gente diferente, que o Amor romântico, de mãos dadas e lembrancinhas e olhos a piscar, para mim, tem que vir com o tempo e é para ser meu, primeiro, cá dentro.
Por isso já fiz centenas de quilómetros e procurei os lugares mais escondidos para beijar uma testa e para que me beijassem a mão.
Por isso já me deixei ficar sentada ao frio, no escuro da madrugada, em frente a uma esquadra de polícia, a testar-me e a ler o brilho nos olhos de outrem.
Por isso me sinto mais cativada quando me deixam ser e estar, sem necessidade de todos os toques mas só dos que realmente fazem a diferença.
Por isso é que, quando o B Fachada canta, É bom ser teu amigo, mas igualmente bom ser teu amante, eu o percebo e é com isso que eu sonho, é por isso que suspiro.

Porque descobri que há mais 7% de pessoas que têm vivido o Amor como eu.
Que é normal que, por significar tanto, assuste e demore até deixar de viver em sobressalto.

Porque o Amor é uma Luz escura.
Rui Zink

8 thoughts unleashed:

Gonçalo said...

Para mim é mais dia de São Valentim do que dia dos Namorados, porque apesar de achar um dia especial para o amor, sou anti-entusiamos falsos em dias únicos no ano!

Beijinho e mais uma vez:

:)

Meio Cheio said...

Amar é bom...seja de que maneira for, seja a quem for...amar é amar! E tu és uma pipoca toda amorosa ^^
Trata de ter um grande e bom dia...cheio de guloseimas (compramos nós se for preciso...o que interessa é que é um bom dia para enfardar com pretexto...muahaha)
Beijinho*

Susana said...

Principesaaaaaa! Como percebeste eu o S. Valentim é nicles, nunca fiz questão de o festejar porque como expliquei lá no meu boteco, o amor precisa de ser regado todos os dias. Mas respeito quem goste dar de comer aos comercios, assim só porque amam. Bem talvez o facto de eu namorar à distância também não ajude muito, mas enfim... Minha querida um lindo dia para ti sim e trata de comer os cocolates todinhos todinhos.

Beijos deste TAMAAAAAAAAAAAAAAAAAAANNNNNNNNNHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

anf said...

Para mim sempre foi e é um dia igual a tantos outros,
nunca gostei da obrigação de....
bjo

Poetic GIRL said...

E haverá amor mais bonito e sincero que o do teu sobrinho por ti? Não me parece querida! Adorei o post e sim o miudo vai ser um quebra corações, já tive o prazer de conviver com ele! bjs

Zoninho said...

o amor é muito piroso!... e hipercalórico! :)


abraços

sui generis said...

Não sabia que também ias ouvindo B-Fachada. Nice. :)
E sim, o Amor deve ser vivido, à nossa maneira. E não de um modo cliché ou o que quer que isso possa ser neste caso...
bj*** :)

Sweet About Me said...

Eu não preciso de ninguém mas ao mesmo tempo preciso de toda a gente. Porque o amor é uma luz escura. Beijinho

 
Copyright (c) 2010 Unleash your thoughts.... Design by Wordpress Themes.

Themes Lovers, Download Blogger Templates And Blogger Templates.