23 November, 2010

Durante 18 anos fui uma criança, uma menina, uma neta feliz.
Uma princezinha sem tiara mas o orgulho dos teus olhos, a certeza que não tinhas errado tanto.

És o meu passeio pelo jardim, o meio da torrada.
O gostar de mim incondicionalmente mesmo quando levanto os olhos para o céu e falo contigo a saber que fiz asneira.
Sei que no meio da zanga pequenina, da marotice nos olhos, me sorris e me queres feliz.

Hoje, se o dia deixar, vou-me sentar no banco do jardim, com a noite à minha volta e pensar assim:

Porque foi como vejo, agora, que me estavas a ensinar a ver o mundo.
E no paradoxo, fico feliz por um dos meus maiores defeitos ter vindo de ti.
Estou orgulhosa dos meus genes.

Há 7 anos aprendi o sabor amargo da saudade. E desde aí, todos os dias aprendo o sabor mais doce do amor incondicional.

5 thoughts unleashed:

AVOGI said...

claro é sempre bom recordar so bons momentos e por sinal os maus tb . são eles todos os bons e os maus que compõem a nossa jornada a nossa passagem, sem querer ser fundamentalista da religião.
vamos combinar o tal cafezinho?
estou pronta a tomar um em boa companhia.
é só desejar e lá estarei combinamos?
kis :=) vamos a isso.

Nicole said...

Um beijinho :)

AVOGI said...

vou na quinta por lisboa , chego às 10 da noite , subo para o porto e só chegarei provavelmente pela uma da manha. na sexta sim estou livre à noite . de tarde vou até vila real ou pinhão mas à noite estou livre. onde preferes combinar? Norte shopping? ou outro?

ANNUNCIATA said...

O amor incondicional é o mais doce de todos. E o único que é livre. *

AVOGI said...

olha manda-me mail para giselda234@hotmail.com . eu nao encontro o teu . dizes ali ao lado ma snao vejo
kis :=)

 
Copyright (c) 2010 Unleash your thoughts.... Design by Wordpress Themes.

Themes Lovers, Download Blogger Templates And Blogger Templates.