19 July, 2011

Do sentimento de anormalidade, que afinal, é tão normal.

O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais; há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessimista; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudade… sei lá de quê!

Florbela Espanca


[Sabes? Ainda me sinto nua... Porque até hoje, só me despiram para me destruir. Até que alguém cobriu os meus escombros com o carinho de uma manta. Ainda me estou a re-habituar ao frio, tendo em conta os meus limites.]

9 thoughts unleashed:

Blue star said...

Que lindo, gostei muito
=)
* * *

Poetic GIRL said...

Uau mudas-te o look por aqui, gostei muito! :) É querida acho que esse teu post é um deja vu de sentimentos que por vezes também tomam conta de mim! bjs

Margarida said...

Palavras acertadas...

Beijinho...

Ted said...

You shall be covered and your chills will disappear!

Porque um dia me perdi... said...

Lindo ...Adoro Florbela :)

O sol esta por ai algures para te aquecer o coraçao

Cipózinha said...

Só para te dizer que adoro o novo Look do blogue. :DDDDD

Beijinho*

pinguim said...

Florbela, sempre actual.

Eva Gonçalves said...

Algum dia terás de te vestir e despir como toda a gente (até por uma questão de higiene, rrsss) I know you know what i mean... :) beijo

VerDesperto Totoriais said...

Grande Florbela, tão actual nos meus sentimentos...

 
Copyright (c) 2010 Unleash your thoughts.... Design by Wordpress Themes.

Themes Lovers, Download Blogger Templates And Blogger Templates.