17 May, 2010

Pois é.
Do fim-de-semana conto que, apesar de não ter tido momentos fracturantes, encheu-me as medidas.
Em todos os dias tive algo porque ansiar.

Sexta-feira: foi dia de coração. Escrevi os meus medos, pedi - Lê! - e recebi a resposta.
Minutos mais tarde tive uma confirmação de outra pessoa - amigos como dantes?
E à noite o meu coração profissional voltou a palpitar. Pro bono. Embrião. Será que ele reparou que eu estive a patinar 90% do tempo?
Acabei a madrugada perdida entre a A1 e a A29, mas gostei de conduzir na escuridão da noite, apenas guiada pelos meus farois. Cada dia gosto mais de ti meu Micra...

Sábado: Dia de festejar.
Celebrei o sono em dia. As palavras bonitas que me chegaram ao telemóvel enquanto sonhava, lá longe. Os convites velados.
Preparei a noite, cantei e dancei como se me pudessem ver - mas não podem... ihihih.
Apraltei-me toda para ir ouvir as consequências das palavras escritas aqui na 6ª feira.
Resultado? O tempo voltou atrás, ao nosso princípio. Eu percebi que não escondes. Tu percebeste que te estavas a afastar. E encontramo-nos a meio caminho.
Já tinha saudades das sms sem sentido e sem motivo. Vem aí um Junho sem fantasmas. Com compras para preparar os 4 dias. Sem desvanecer ou querer fugir.
Cantamos a noite toda. Partilhamos a PAPA! Falamos em uníssono para ciúme de quem nos rodeava. E falamos do Passado e do Presente dos outros sem mágoas pelo nosso Futuro.

Domingo: Dia de Sol.
Finalmente o beijinho repenicado da minha S.
Toda, em tudo o que eu sei, o que eu vejo e sinto todos os dias. Sorrisos e conversa. No meu lugar de sempre, o lugar que partilho com os meus. Os que merecem, o coração leva lá.
A souvenir ficou em casa. Só mais uma desculpa para mais conversa da nossa.
Jantar de família.
E enrosco-me cedo na cama com convites de vir a cozinhar outros jantares.

Não foi o fim-de-semana espiritual que a agenda me andava a dizer que ia ser há mais de duas semanas.
Foi o fim-de-semana humano que eu sabia que ia acontecer, mas que não medi em expectativas.
E assim cheguei a hoje. 2ª feira em tudo típica. Mas banhada de Sol.
Não estou exultante. Nem sequer calma. Mas estou satisfeita. Content...

10 thoughts unleashed:

Meio Cheio said...

Ai tão bom...soa mesmo a um daqueles fins de semana bons de se ter...entre miminhos e recordações e o que se avizinham bons tempos. Tou tão feliz pela menina =D...já tavas a precisar de um fim de semana assim...para descansar a cabecinha!

Costa alentejana é tão bonita...aim confias em mim ao volante? Tão fofinha (coitadinha não tem consciencia nenhuma no que se está a meter xD)...conduzo conduzo...eh eh

Beijo*

Poetic GIRL said...

Gostei tanto de ler estas tuas palavrinhas querida izzie! um beijo enorme

Gaja com G maiúsculo said...

Foi um fim-de-semana maravilhoso, daqueles que nos fazem sentir que vale a pena viver, rir, saltar, chorar, gritar... porque tudo tem um ciclo, todos os caminhos levam a algum lado ;))

Beijinhos minha querida!

Fatucha said...

Que bom, estou contente por ti:) beijinho

João said...

Melhor que os planeados, são os fins de semana que saem por acaso.
Muito do melhor da minha vida tem acontecido assim.

[tens um Micra? máquina infernal! :D]

Bjos.

Mariana marciana said...

Às vezes é bom quando as coisas não correm exactamente como as planeamos ;)
Beijocas

Celisol said...

Copo quase cheio :)
Beijinhos, boa semana e espero que completes a palavra ;)

pintas* said...

Um maravilhoso fim-de-semana, portanto!
:D

Susaninha said...

QUE MARAVILHA...Gosto de te ler, gosto de vir aqui e tinha saudadinhas:)

pinguim said...

Uma descrição perfeita de um fim de semana cheio de pequenas grandes coisas...

 
Copyright (c) 2010 Unleash your thoughts.... Design by Wordpress Themes.

Themes Lovers, Download Blogger Templates And Blogger Templates.