27 January, 2011

A maior parte das pessoas não se junta por amor, mas sim por conveniência: porque dá jeito, para não estarem sozinhas, para terem alguém que lhes faça companhia, para meterem a chave na porta e não serem forçados a ouvir o silêncio. Algumas dessas pessoas não estão com a pessoa que amam porque não quiseram lutar, porque baixaram os braços, porque deixaram o orgulho e a vaidade tomarem conta da sua vida. Há também aquelas que não tendo conseguido ficar com quem queriam, já aceitam qualquer coisa e de qualquer maneira, não se vá dar o caso de envelhecer rápido e não ter ninguém.

A solidão é algo totalmente desprezível na nossa sociedade e também motivo de pena. As pessoas não entendem o velhinho provérbio do mais vale só que mal acompanhado. Eu entendo e mais, pratico-o. Não ficaria com alguém por comodismo, porque me dá jeito. Brinquei muito aos médicos e às famílias quando era pequenina, agora quero algo sério e esse algo sério, não se constrói com promessas, constrói-se com actos. Mas se acham que sou admirada por ser honesta e não fingir sentimentos, desenganem-se. Sou é criticada. Porque devia era ser falsa.
Outra vez, daqui.
Porque realmente há quem prefira coroar "amores" escondidos e de que têm vergonha - mas fica bem ter algo para mostrar. Há quem se altere. Quem assuma que não sabe viver por si, sem outrem.
Eu, sou solteirinha, sim. Das com pelo na venta, que não acredita em tudo, mas que acredita em ser verdadeira e sentir o que faz - ou o que renega, porque não sente.
Estou a passos de começar uma vida mais minha e, automaticamente, mais solitária. De passar pela prova da chave na porta. E acreditem, não é a solidão carnal que me assusta.
Aqui me declaro: Falsa, aos olhos da sociedade, então.

[Sim ando muito plagiante. Mas os outros também andam a escrever muito bem.]

5 thoughts unleashed:

Sofia said...

Solteira mas não sozinha!
Beijinhos,
Sofia

Poetic GIRL said...

Revi-me em cada palavrinha desse post. Sim solteira mas plenamente consciente que se um dia essa condição mudar será porque tenho a certeza de que é o que quero e não porque a sociedade mo impõem... nunca me dei muito bem com situações impostas. bjs

Sweet About Me said...

Sim sim sim. Solteira não é sinónimo de solidão. Solteira é sinónimo de solistência. E eu poso ter momentos em que me sinto sozinha, mas só pelo facto de não encontrar ninguém que se queira juntar com solistência e não por solidão.
Beijinho grande

eueuemaiseu said...

Eu sou como tu querida, antes só que mal acompanhada. Não é por isso que a solidão deixa de doer, mas durmo de certa forma melhor do que se dormisse com um qualquer só para me aquecer os pézinhos.

pinguim said...

Eu quando leio algo que se adequa bem ao meu estado de espírito e que portanto eu pudesse ter escrito, também me apetece transcrever (não é plagiar), e já o tenho feito.

 
Copyright (c) 2010 Unleash your thoughts.... Design by Wordpress Themes.

Themes Lovers, Download Blogger Templates And Blogger Templates.