27 December, 2010

Hoje, não sei se pelo frio, se pela vida que me ultrapassa, as minhas palavras são as daqui.
Porque é que faço, em várias vertentes da vida, quase todos os dias.

Há pessoas que se refugiam no humor, que fazem do sarcasmo e da ironia seus aliados e amigos. Há pessoas que gozam com aquilo que no fundo é o que mais querem, é o que todos querem, e que se vestem de pedras de granito, fortes e frias mas que no fundo são como um kiwi (ou como uma ostra, é mais giro e tal), a casca é feia e áspera mas o interior é bom e com sorte até é doce, pelo menos para quem gosta. Há pessoas que exteriorizam um certo desprezo pelo amor na sua vertente da manifestação de afectos e mimos. Há pessoas que fogem quando alguém lhes diz gosto de ti, há pessoas que soltam gargalhadas quando lhe oferecem uma flor, há pessoas que soltam um só podes estar a gozar, ca nojo! quando lhes verbalizam um sentimento, uma emoção. Há pessoas que guardam para si aquilo que verdadeiramente sentem, não por medo nem por acharem que ninguém é um digno merecedor de tal partilha, mas sim porque lhe dão tamanha importância que tem medo de vulgarização e banalização a que assistem todos os dias.

3 thoughts unleashed:

MRPereira said...

Eu devo tar com os copos... Há bocado não estava aqui outra imagem?

Fatinha said...

Aplaudido!! nem mais, tal e qual como penso. obrigada pela partilha. bjs

Margarida said...

Teria que plagiar também... :)

Beijinho

 
Copyright (c) 2010 Unleash your thoughts.... Design by Wordpress Themes.

Themes Lovers, Download Blogger Templates And Blogger Templates.