07 October, 2010

Ainda há dois minutos chovia que Deus lhe dava lá fora.
Agora brilha tímido o Sol lá fora, tenho até uma réstia de céu azul só para mim, na minha janela.

Não sei se por falar nele ontem à noite... mas a primeira coisa que pensei foi: Olá Sol! Obrigado por teres aparecido. Graças a ti já não vou encharcado para casa hoje!
[Quem esteve a 30/09/03, na praxe de JCC na FLUP sabe do que estou a falar, quem não esteve, que imagine]
E foi o único sorriso de hoje.

Incrível como tenho estes "momentos Gonzaga". Em que me esqueço de todas as asneiras que fiz entretanto. Estupidamente, penso que tenho 18 anos outra vez e que, de qualquer maneira, nunca dantes navegada, vou mudar o Mundo.
E depois lembro-me: dos 18 anos... só tenho a carinha e a altura.

E sim, do pouco que encontrei, sou Ligeia: As sereias, porém, possuem uma arma ainda mais terrível do que seu canto: seu silêncio.
Franz Kafka
[Como tu sabes, my person...]

- - -
Deixo-vos para ir reunir com a chefe... com cara de enterro. Sem saber se me quero cruzar no corredor. Com vontade de rosnar a toda a gente.
Damm you all.

1 thoughts unleashed:

João said...

E agora acabou-me o dia com um vento desagradável.
Mas o cheirinho de Sol soube bem.

*

 
Copyright (c) 2010 Unleash your thoughts.... Design by Wordpress Themes.

Themes Lovers, Download Blogger Templates And Blogger Templates.