16 June, 2011

Nunca me tinha acontecido isto.

Chegar aqui, começar um texto e escrever, apagar, escrever, apagar... Dei início a três textos diferentes. Nenhum deles era este.

Desisto! Já vi que hoje não vou conseguir escrever o que queria.
Para não variar, não vou conseguir pôr esta situação e este sentimento em palavras.
Será que me tornei tanto jornalista que preciso de perguntas para obter respostas?...

Afinal o que é isto?
Auto-censura? Burrice? Falta de vocabulário?
Causas externas não são, porque nunca ninguém me impediu de escrever.

Passa-se tanto cá dentro é incrível como não é visível de fora.
Encomendem-me um divã! 

Dizem que as primeiras vezes são difíceis.
E eu realmente não gostei desta.
Sinto-me muda, privada da minha liberdade.

5 thoughts unleashed:

Inês Pinto said...

Há alturas assim, em que não conseguimos passar para palavras aquilo que sentimos. Força :)

Já agora, estou a pensar seguir jornalismo e gostava de saber como é o curso. Se não te importares de partilhar qualquer coisa :)

Eva Gonçalves said...

My couch at your service!! 50 € an hour, rssssssssss vai dar uma arejadela, tomar um café, que já consegues escrever!!!

Inês Pinto said...

Muito obrigada :)
Vai ajudar bastante. Já enviei o e-mail :)

Porque um dia me perdi... said...

O que seria de um bom escritor...sem o famoso black out..

anima-te....sabado queres ir aos Clérigos ???

Margarida said...

Não é burrice... é algo normal, penso... Também a mim me aconteceu, já, o mesmo... E vai voltar a acontecer... Escreve, apaga, escreve, apaga. Fecha a janela. Nada escrito. Tudo cá dentro...


Um beijo...
Um sorriso... :)

 
Copyright (c) 2010 Unleash your thoughts.... Design by Wordpress Themes.

Themes Lovers, Download Blogger Templates And Blogger Templates.