14 December, 2008

Suspiros

São desabafos
São partes de nós
Pensamentos perdidos, escondidos.

São a nossa mente a tentar escapar
Para o mundo real.

Porque há dias
Em que queremos fugir de nós próprios,
Mas fracos, cansados,
Sujeitamo-nos a suspirar.


Fui inspirada pela Tita, a minha "tuneira". Não que me considere poeta, mas, partindo das palavras dela... percebi um dos meus maiores vícios.
Nos últimos dias tenho estado a reescrever-me. A voltar ao meu old self that lives through a lens. Encontrei a forma como vou lidar contigo embora te traga sempre comigo. Para reaprender a viver contigo e com a tua amizade.
Já nem sei se é a tua face e a tua voz que confundo nos meus sonhos... não porque sonhe contigo, mas porque não me sais da ideia.
Viva a minha capacidade de pensar, de estruturar. Salva-nos aos dois.
Ontem a expectativa de um grupo para esquecer falhou, mas deu-me outras coisas para agradecer. Obrigado Tó, Obrigada Fátima, obrigada minha get in (sei que tens arranjado problemas por minha causa), obrigado Zé. E hoje de manhã, porque me desconcertas ao ponto de parecer uma alucinação, obrigado Flávio. Já estiveste mais longe.

I haven't got much, but what I have, I aim to keep... let's call it a draw. Shall we?!

2 thoughts unleashed:

Fatucha said...

Obrigada pelos nossos chats, também me tem ajudado. A descrição do suspiro é isso mesmo, é um pensamento perdido, escondido, e tenho tido alguns para saber bem o seu significado... bjs até á prox.

Tita said...

inspirei-te?

toma la um beijo na boca :p

mas nada de lesbicices!!

beijao minha veterana!

 
Copyright (c) 2010 Unleash your thoughts.... Design by Wordpress Themes.

Themes Lovers, Download Blogger Templates And Blogger Templates.