15 April, 2009

Encontrei este artigo no blogue da Sayuri (http://o-voo-da-fenix.blogspot.com/) e por uma mão cheia de razões e memórias resolvi trazê-lo para aqui também.
Meus doces leitores masculinos, não se trata de ataque de feminismo, nada disso. Mas como até faz analogias com gatos (que adoro!), pensei que ficaria bem por aqui.
Só me pergunto a que horas terá sido escrito? E mais não digo... :)

Antes as mulheres
08.03.2009,Miguel Esteves Cardoso

Só quando os homens chegam a uma certa idade é que podem dizer com certeza que as mulheres são melhores do que eles em tudo - mesmo na bola, a carregar pianos, a lutar com jacarés ou nas outras coisas em que ganhávamos quando éramos mais novos e brutos e fortes. Quando se é adolescente, desconfia-se que elas são melhores. Nos vintes, fica-se com a certeza. Nos trintas, aprende-se a disfarçar. Nos quarentas, ganha-se juízo e desiste-se. Nos cinquentas, começa-se a dar graças a Deus que seja assim. Os homens que discordam são os que não foram capazes de aprender com as mulheres (por exemplo, a serem homenzinhos), por medo ou vaidade ou estupidez. Geralmente as três coisas. Desde pequenino, habituei-me que havia sempre pelo menos uma mulher melhor do que eu. [...] As mulheres são melhores e estão fartas de sabê-lo. Mas, como os gatos, sabem que ganham em esconder a superioridade. Os desgraçados dos cães, tal como os homens, são tão inseguros e sedentos de aprovação que se deixam treinar. Resultado: fartam-se de trabalhar e de fazer figuras tristes, nas casas e nas caças e nos circos. Os gatos, sendo muito mais inteligentes, acrobatas e jeitosos, sabem muito bem que o exibicionismo vão leva à escravatura vil.

14 thoughts unleashed:

Espelho meu said...

Eu não sou nada feminista porque acredito que devo ter sido um homem numa outra vida...! LOL :D

Realmente está um texto muito bom, mas vou ter de discordar do rapaz...não acho que sejamos melhores, acho mesmo que os homens e as mulheres foram feitos para estar em equilíbrio.

Não há melhores a meu ver, há coisas que uns fazem mais facilmente que outros porque somos diferentes mas completamo-nos como duas peças que se encaixam...

A verdade seja dita "can´t live with them but can´t live without them"... :p

Beijosssss*

izzie said...

Cátia: Isso é fácil de saber... aconselho uma regressão, works wonders ;)
Pois... pessoalmente, há por aí muita gente que me considera o seu "equilibrio". Há quem lhe chame mesmo um dom...
Também não acredito em guerra dos sexos, ou hierarquia. Até porque a vida dá muitas voltas e logo, logo nos apresenta alguém que deita todas as teorias por terra nesse campo.
E vês... até já tu estás contagiada pela "universalidade" do inglês... e nessa frase disseste tudo... ;)

Beijo grande,

Espelho meu said...

Já pensei na regressão, mas ainda não é hora! ;)

Quanto ao resto subscrevo totalmente! :)

E o contágio já vem de longe minha querida, mas aqui no teu blog faz ainda mais sentido! LOL :D

You´re beautiful girl...remember that... ;)

izzie said...

Pois realmente para regredir é necessário estar preparado (para compreender, aprender e aceitar as respostas, sobretudo) e seguro e confiante. Senão de pouco servirá.
Aaaah... bom ver que o meu cantinho acorda a "commonwealth" nessas mentes e serve para que a língua de Shakespeare dê sinais de vida... E tanto melhores, quanto acertados assim :)

Beautiful? Maybe, Somedays... according to the eyes of the beholder... But thanks for that Hun. I'll try to remember :)

Ianita said...

Adoro MEC. É um visionário :)

1/2Kg de Broa said...

Tava bebedo o hóme.
Ou então a mulher bate-lhe em casa.
Acho bem!!!

izzie said...

Anita: eu até nem ligo... não faço críticas ao percurso do Senhor.
Mas este texto, com todas as suas coincidências... tem muito que se lhe diga. E encaixa que nem uma luva :)

1/2 kg: Se calhar... sabes que a noite é pródiga em loucuras.
E quem sabe o senhor não se inspire desses "toque e foge" mais violentos?
Há gostos para tudo ;)
Mas bom, bom é ver que concordas :)
Assim é que eu gosto do meu quase-quase... submisso quanto baste xD (LOOOOL, ai que isto tá lindo!)

katieleigh said...

I wish I was as attractive as that cat, but in human form.. if that's possible.

1/2Kg de Broa said...

"Também não acredito em guerra dos sexos, ou hierarquia. Até porque a vida dá muitas voltas e logo, logo nos apresenta alguém que deita todas as teorias por terra nesse campo."

É só.
;)

Ivan Mota said...

Não sou capaz de questionar o Esteves Cardoso. Simplesmente, não dá. Ele até podia vir com teorias que desmentissem cabalmente todas as leis da física que.. verdade seja dita, tinha que lhe dar razão. Este tipo tem poderes.

Salto-Alto said...

Muito bom o texto!!!

izzie said...

Katie: Hun! You ARE! Are you forgetting that I've seen your pic?
Don't be silly girl!
xo

1/2kg? Ooooh meu sapinho de peluche (fique registado em acta que eu ADORO sapos!). Até já me citas?
Eu cá acho que essa frase diz tudo. Life's little misteries.
:)

Ivan: Eu não sou "seguidora" do trabalho do Senhor. Simplesmente achei este texto "oportuno". Mas para ver O homem das teorias a por a sua sabedoria nas mãos do MEC... acho que vou ler com mais atenção...

Saltinho: É um texto delicioso :)

zequinhas said...

olá izzinha... Desculpa a minha ausencia, só me apetece chorar, nem para actualizar o meu blog tenho tido tempo, e tenho sentido tanto a falta de te edcrever.

O meu problema é que não gosto de vir cá à pressa, gosto de apreciar a tua escrita, envolver-me nas tuas palavras, senti-las mesmo! e muitas vezes fico bloqueado pois quero dizer algo, mas não quero dizer apenas "bonito texto" entendes? e prefiro ler e sair sem dizer nada...

Bem na verdade tu "postas" à velocidade da luz o que torna o meu trabalho ainda mais dificil.

Este texto é mesmo à MEC, pelo que já nem ligo. Apesar de até certo ponto fazer sentido o que ele escreveu em relação aos gatos eh eh.

um grande beijo "amiguinha" e perdoa a minha ausencia comentarial...

izzie said...

Zéquinhas: Que bom ver-te de volta!
Fico sempre radiante de te ver por aqui...
Sim, as saudades também foram algumas, mas compreendo, e essa é a certeza que podes ter no meu mundo: muitos ou poucos dias, o abraço de retorno está sempre cá para ti :)
Eu adoro ver que é esse efeito que tenho em ti, que a minha escrita chega a alguém. Pois garanto-te, e acho que sabes, que é o que acontece comigo, no teu caso.
E compreendo plenamente, porque ultimamente também ando numa fase de ler, sentir, ficar sem palavras e sair.
Fico simplesmente feliz por te saber cá.
Estás perdoado, não fosses tu um doce e me merecesses os melhores dos sentimentos,

Beijo grande,

 
Copyright (c) 2010 Unleash your thoughts.... Design by Wordpress Themes.

Themes Lovers, Download Blogger Templates And Blogger Templates.